ANÚNCIOS
ASSINE NOVIDADES
INSCREVA-SE!
  • Carol Capel

Roteiro de 2 Dias em Paris: Jardins de Luxemburgo, Saint Sulpice, Pequeno Príncipe e Lafayette

Olá galera, tudo bem?


Continuando nossos posts sobre Paris, hoje vamos fazer um passeio um pouquinh diferente do comum e saindo do roteiro tradicional de Paris.

Assistam ao vídeo:

Roteiro:


Primeira Parada: Jardins de Luxemburgo

Situado no 6ème arrondissiment, o jardim é considerado o maior parque público de Paris, além de ter uma grande construção no meio de todo o verde: o majestoso Palácio de Luxemburgo, onde está instalado o Senado francês. Além dos turistas de todas as parte do mundo, o Jardim de Luxemburgo em Paris é frequentado pela população parisiense que curte o local sentados em cadeiras ou relaxando na grama, lendo um livro ou conversando com amigos em um dia de sol. O local é realmente lindo, com tantas esculturas que parece um museu, e espaços para se sentar e descansar - são mais de mil bancos e 4 mil cadeiras.

Com mais de 200 anos de existência, o Jardim de Luxemburgo é um passeio delicioso. Desde o início, você já vê os portões cheios de árvores e arbustos, sem falar nas flores super coloridas e de espécies diferentes. Não deixe de admirar a beleza da Fontaine Médicis, uma fonte encomendada por Maria de Médicis (a esposa do rei que mandou construir o Palácio de Luxemburgo - hoje, casa do Senado). Além dela, existe o lago central, tabuleiros de xadrez, diversas quadras onde os moradores ficam jogando e um palco onde apresentações são recorrentes principalmente na primavera. 

2- Saint Sulpice Cathedral

O passado da igreja

Em 1646 começaram as obras de construção do edifício atual sobre os cimentos de um templo românico do século XIII, obras que não foram terminadas até um século mais tarde.

O sacerdote Languet de Gercy encarregou a um astrônomo a construção de um esquadro da meridiana solar para calcular a data da Páscoa mediante o controle dos equinócios. Trata-se de uma coluna de mármore que marca a hora mediante a sombra que projeta no chão.

Graças à existência do esquadro, a igreja se salvou de ser destruída durante a Revolução Francesa e hoje se conserva em ótimas condições. 

A Igreja de Saint Sulpice resulta imponente tanto do exterior como no interior. Suas enormes paredes e colunas de pedra conferem um aspecto inacabado que também pode ser visto em uma das suas torres.

Um dos principais atrativos da igreja são os frescos de Delacroix, situados à direita da entrada, na Capela dos Anjos. Também se pode observar uma figura de São Pedro (similar à da Basílica de São Pedro no Vaticano) com o pé desgastado pelos afagos de milhares de fiéis.Atualmente, ainda são promovidos concertos com o impressionante órgão de tubos que data de 1862.Place de Saint Sulpice - Além de abrigar a impressionante Igreja de Saint Sulpice, a praça é um lugar agradável para sentar e descansar um pouco. Rodeada por diversas cafeterias, a praça é dominada por uma grande fonte, conhecida como Fonte dos Quatro Pontos Cardeais e nela estão representados quatro bispos apontando para cada um dos pontos cardeais. Curiosamente, nenhum dos bispos chegou a ser cardeal.3- Loja do Pequeno Príncipe:Eu sou uma apaixonada pela loja, pela obra e pelo escritor e sua maneira fantástica de ver o mundo. Tenho inclusive aqui em casa algumas miniaturas e pelúcias. Se você ainda não assistiu o filme (recentemente filmado) também vale muito à pena. O filme é uma animação baseada na obra do Pequeno Príncipe. Fomos dar uma passadinha na loja para ver o que tinha de bom por lá:

4- Galeries Lafayette

As Galeries Lafayette Paris Haussmann são a maior e mais tradicional loja de departamentos de Paris. São 3.500 marcas à venda, distribuídas em 70 mil m² por 3 prédios distintos. A loja principal, no número 40 do boulevard Haussmann, atrai turistas e parisienses não só pelos seus produtos mas também por sua bela arquitetura.

Muitos visitam a Lafayette somente para apreciar e fotografar sua imensa cúpula Art-Nouveau, classificada como monumento histórico francês e visível desde o térreo até o último andar.


5- Ladurée:

Ladurée ficou conhecida pelos seus macarons e pelo seu universo inspirado em Versailles, dourados, rendas e Madame Pompadour.

Graças à esta delícia feita com amêndoas em pó – inventada por eles em 1862 – e ao uso de referências históricas, Ladurée possui hoje lojas em New York, no Japão, na Austrália, em Londres, no Líbano, na Itália. Se você já comeu macarron francês experiente esse e se você não comeu é uma ótima ideia comer o daqui para experimentar.

Vale lembrar que esse não é o melhor macarron que eu já comi, é o segundo melhor. O primeiro é da Lamounier Macarrons.

Então é isso!

Até mais,


Caroline Capel