• Carol Capel

Fomos para Nin na Croácia e adoramos!

Uma das cidadezinhas que visitamos nessa nossa ida para a Croácia foi a cidade de Nin. A história dessa cidade começou há mais de 10.000 anos.

Localizada há apenas 15 km da cidade de Zadar, bem protegido e posicionado, Nin é o museu da cidade. Cada casa e cada pedra pode contar a sua própria história. Na verdade, é um ilhéu ligado apenas com duas pontes para o continente. As duas pontes de pedra da cidade remontam ao século XVI e, ainda assim, são a única ligação com o continente.

A cidade possui uma salina imensa e a maioria do sal exportado para toda a região norte da Croácia e dos países vizinhos é proveniente dessa salina. Compramos inclusive sais de banho na cidade e vale muito à pena uma visita a Salina de Nin.


A comida na cidade é realmente fantástica, uma das melhores pizzas que eu já comi na Europa eu comi em Nin.


Nin foi uma cidade importante para os croatas, como o lugar onde começa a autonomia da igreja croata. Além disso, no século X, nasceu aqui Grgur Ninski (Gregório de Nin). Grgur Ninski foi bispo e graças a ele os croatas têm o serviço religioso na língua nacional, não em latim, com um uso da escrita glagolitica. Grgur Ninski é uma figura muito respeitada e importante da história da Croácia. Sua estátua, mais precisamente seu dedo do pé, é objeto de peregrinação em Split e Nin (ambas as estátuas feitas por mãos mágicas de Ivan Meštrović). As pessoas vêm de todo o mundo para visitar Nin e Split, e uma das coisas mais interessantes e curiosas a fazer é tocar no dedo do pé da estátua do bispo.

Nin é um lugar cheio de história que te surpreenderá em cada esquina. Além de praias incríveis e parques ótimos para uma tarde de verão, a cidade de Nin é um lugar para ir se você não gosta de locais superlotados. A cidade que vive no presente, mas com um forte cheiro histórico. Nin e sua incrível história são uma inspiração eterna de muitos artistas e um grande ímã para os turistas de todo o mundo. Parece que eu fui transportada por uma máquina do tempo.

Apesar de achar a cidade linda, não apenas essa cidade, mas sim em muitas que visitamos encontramos muitos gatinhos abandonados. Minha vontade era de poder trazer todos para casa. Mas infelizmente porque os gatos não são registrados eu demoraria cerca de 6 meses para conseguir registrar e adotar todos de acordo com as leis vigentes na União Européia. Em todos os lugares que íamos encontrávamos gatinhos abandonados. Incluindo filhotes.

Mesmo assim, mesmo com a tristeza de ter que deixar muitos gatinhos para trás, adoramos a cidade e com certeza voltaremos no próximo verão.


E aí, você já tinha ouvido falar de Nin?




2 comentários

Posts recentes

Ver tudo