• Carol Capel

Ferrari Land - Vale à Pena?

Atualizado: 21 de abr. de 2018

Oi galera, tudo bem?

Desde a inauguração do Ferrari Land no PortAventura em Salou na Espanha eu venho seguindo o parque no Instagram e morrendo de vontade de conhecer o parque. Confesso que não era minha prioridade na Europa visitar esse parque em primeiro lugar, mas depois que o tédio me venceu ali naquele fim de mundo que eu estou morando, resolvi pegar um Vôo de última hora e tentar a sorte indo ao parque na Espanha. 

O parque é bem pequeno, possui 8 atrações no total, mas o que é ótimo é que ele é super barato. Paguei 55 Euros pelo Ferrari Land + o PortAventura no mesmo dia. Eu fui logo na primeira semana do ano e o parque estava vazio, não sei se em outras épocas do ano você teria a mesma sorte. Minha maratona para chegar em Salou:


Chegando no parque você é recepcionado pela entrada com duas Ferraris e um portal bem legal para tirar algumas fotos. Teria sido ótimo também se eu tivesse encontrado alguém gentil o suficiente para tirar uma foto minha. R.I.P. gentileza americana. Isso definitivamente não existe na Europa (salvo alguns lugares que fui). 


Ao entrar fui correndo experimentar a famosa Red Force que é a grande atração do parque. Ela é igual a Dragster que fui no Cedar Point com uma pequena diferença: 20 metros menor e alguns quilômetros por hora mais lentos. Não que isso fizesse muita diferença na diversão, mas para quem gosta de velocidade e de montanha-russa, faz.


🚙Atrações:

A Red Force tem três tipos de filas: Express, Normal e Single Rider. Eu fui na Single e não demorei nem 5 minutos para que me sentassem no primeiro carrinho. A moça vem com óculos de proteção para que você coloque. Isso se deve àquele incidente onde o rapaz foi atingido por um pombo na volta inaugural da montanha-russa no primeiro carrinho. Eu fiquei horrorosa com aquele óculos (mais do que já sou), melhor assim do que ser atingida por um pombo, não é mesmo?

A Red Force é super estável e eu fui nela duas vezes seguidas. Achei bem legal a experiência apesar de, como disse antes, ser bem mais fraca em comparação com a Dragster.

Saindo da Red Force fui experimentar os simuladores que me falaram por direct no Instagram que era bem legal. O primeiro simulador é o Flying Dreams, ele é idêntico ao Soarin´ do Epcot porém em paisagens mais européias. Apesar de que voei por cima de NY também nele e b