• Carol Capel

10 fatos chocantes de Berlin

Poucas cidades têm uma história recente tão trágica como Berlim. Desde o III Reich até ao isolamento causado pela construção do Muro, a cidade sofreu demasiados acontecimentos relacionados com a violência política e militar, dos quais ainda hoje se está a recuperar. No entanto, o maior impacto foi, sem dúvida, o vivido durante o regime nacional-socialista. Prova disso são as centenas de guindastes que atualmente inundam a cidade, que reconstroem os edifícios destruídos pelos bombardeamentos dos aliados e dos soviéticos na II Guerra Mundial.

Ainda vai demorar anos para dar esta tarefa por terminada, mas, enquanto isso, a cidade não vira as costas ao seu passado e mostra a sua triste história aos visitantes.

Muitas das construções do III Reich foram projetadas por Albert Speer, o arquiteto predileto de Hitler. Mesmo no centro de Berlim, na Wilhelmstrasse, foram construídos vários edifícios para o Governo nazi. O único que permanece de pé é o antigo Ministério dos Transporte Aéreos, que hoje é ocupado pelo das Finanças. As suas grandes dimensões são um bom exemplo da impactante arquitetura da época. Um passeio por esta zona mostra as placas comemorativas dos edifícios agora destruídos. Muito perto dali encontra-se a Topografia do Terror. O nome diz tudo. Ou quase tudo. Trata-se de uma exposição sobre aquela que foi a sede dos corpos de segurança do Estado (Gestapo e SS). A exposição, que inclui documentos e arquivos gráficos e audiovisuais, situa-se junto a uma parte do Muro que ainda está de pé.

Aqueles que se quiserem literalmente colocar mais por dentro da história berlinense têm a opção de descer ao subsolo e conhecer as estruturas subterrâneas: refúgios antiaéreos para a população civil durante a II Guerra Mundial, as fortalezas criadas por Hitler, os refúgios e as estruturas defensivas durante a Guerra Fria, ou as passagens de fuga nos primeiros anos depois da construção do Muro.


A cidade de Berlin possui 892 Kilometros quadrados e é nove vezes maiores que Paris.

Berlin tem aproximadamente 1700 pontes e que ganha de Veneza.

A torre de televisão Berliner Fernsehturm (torre de televisão) é a maior torre da Alemanha e é uma das maiores construções da Europa.


A East-Side Gallery é uma parede de 1.3 kilometros de comprimento e é pintada com imagens de 101 artistas de 21 países diferentes. Fazendo com que essa seja a maior galeria de arte a céu aberto do mundo.

Berlin possui dois dos maiores zoos do mundo e isso não é nada legal, mas o fato curioso é que neles estão a maior coleção de animais do mundo. Ou seja, os dois zoos com mais diversidade de animais no mundo estão aqui.


Berlin é a casa da maior loja de departamentos do mundo. a KADEWE, são mais de 60 mil metros quadrados de lojas de roupas, comida e coisas para casa.

O primeiro semáforo da europa foi colocado para funcionar em Berlin. Na Postdamer Plaz em 1924. Uma réplica do farol continua lá até hoje para ser admirado.

Berlin tem mais museus do que dias de chuva. Ao todo são 175 museus na cidade e chove em bem menos dias que isso.


44% da cidade de Berlin é feita de parques, áreas recreacionais, rios e locais de lazer.

A maior parede de Tênis do mundo encontra-se em Berlin. São mais de 370 modelos diferentes em uma única parede.


Berlim possui a maior estação de trem da Europa.


Berlim está inteira em reforma. Então se você espera tirar fotos bonitas por lá esquece. Além disso você vai também ter que andar por lugares que não são calçada, você vai passar no meio de obras, pisando na terra. Então se você for passear por lá, prepara pra sujar o sapato. Porque vai sujar.


A cidade possui MUITOS, mas MUITOS adesivos colados em todos os lugares. Eu não sei qual é o problema e nem o porquê de tanto adesivo colado. Mas Berlim é uma cidade com muitos vândalos. Existem pichações para todos os lados e onde não tem pichação, tem adesivo colado.


E não espere que Berlin vá ser uma cidade velha, Berlim é uma cidade mundial. A língua mais falada aqui é o inglês, porque o Inglês é uma língua mundial. E sim você pode viajar pra qualquer lugar do mundo sem falar inglês, mas você vai ser apenas um poste no meio da multidão.


Viajar é conhecer lugares, conversar com pessoas, falar, perguntar, andar, caminhar, passear. Inglês é a língua do mundo, aceite você ou não. Isso quem ta dizendo não sou eu não, é o Professor Doutor Leandro Karnal.


Se você viajou pra milhares de lugares sem entender absolutamente nada do que está acontecendo ao seu redor, você apenas esteve no lugar e não teve a experiência da cultura do local. Você pode ir pra qualquer lugar do mundo sem falar inglês, afinal de contas você tem pernas e avião nem é tão caro assim. Mas você vai ser só mais um poste enfeitando um lugar diferente no mundo.


Conheça meu curso de inglês: https://www.carolcapelportal.com/curso-de-ingles

Beijos

Carol Capel

ANÚNCIOS
ASSINE NOVIDADES
INSCREVA-SE!